11 de fevereiro de 2016 | Pessoal

Está atrasadinha, Marcela? Estou atrasadinha. Tem uma boa desculpa, Marcela? Não tenho uma boa desculpa, mas dizem que o ano só começa depois do Carnaval, então, uma listinha de metas para 2016 em fevereiro é totalmente compreensível, né? Também acho!

Apesar de ser uma lista, achei que em forma de texto direto-reto-sem-listagem ficaria melhor. Talvez eu esteja errada. Resolvi arriscar mesmo assim e o máximo que pode me acontecer é ninguém querer ler o post. Isso também é compreensível e por isso estou avisando de antemão já que sou super legal. De nada!

Vamos começar dizendo que eu preciso urgentemente criar uma nova lista de 101 coisas e 1001 dias. A primeira que eu fiz estava repleta de itens que, apesar da minha fé, eram um tanto quanto improváveis de serem realizados. Sim, eu acredito em cada um deles, mas 1001 dias parece muito até o momento que você percebe que não viverá todos esses dias ganhando dinheiro e batendo perna. Espero fazer logo essa lista e atualizar sempre o blog com as realizações. Sempre mesmo. Vou dar meu melhor pra não deixar sem post um mêszino sequer.

Pra conseguir esses feitos, terei que ser organizada. Vamos esquecer as tentativas frustradas do ano anterior e focar no ano que está por vir, tá? Então tá! O mesmo vale para as minhas tentativas de não procrastinar e estudar. Mas só pra deixar claro: ano passado eu estudei um pouco mais que o normal, mas não o tanto quanto eu queria e deveria. Só queria registrar esse grande feito na minha vida porque ela não é fácil e o blog é pra essas coisas.

Ter fluência no inglês é um dos meus grandes objetivos. Não vejo a hora, sério. Hoje em dia eu assisto séries em inglês e (a maioria – quando não tem no Netflix) sem legenda. Eu amo quando consigo entender tudo ou quando ouço uma música e entendo exatamente o que a letra quer dizer, principalmente quando a música é super rápida. Mas é bem frustrante quando meu vocabulário não é suficiente para entender uma frase. Então, para ajudar pretendo ler bastantes livros em inglês (e português também).

Quero muito viajar para vários lugares diferentes e para isso preciso economizar. Eu também pretendo comprar roupas novas, o que é um tanto quanto contraditório, mas a minha ideia é doar todas minhas roupas antigas e comprar roupas novas que sejam mais simples e modernas, hahaha. Estou fazendo um post sobre isso, aguardem!

Fazer exercício físico e ser mais saudável são coisas que eu realmente preciso fazer, para o meu próprio bem. Sou viciada em Coca-Cola, café e sedentarismo. Amo fazer vários nadas o dia todo, beber litros de Coca e lotar meu café de açúcar, mas não dá pra ter tudo o que a gente quer, né? E, felizmente, eu prefiro minha saúde. Não está sendo fácil evitar tais vícios, mas olhem só: eu odiava chá gelado e hoje eu dia eu compro e tomo por livre e espontânea vontade. Dá pra acreditar nisso?! Dá não!

E se vocês souberem de algum trabalho voluntário que eu possa participar, me chama que eu vou! Talvez eu tenha novidades futuramente sobre isso! :D

16 itens é muita coisa, né? Meu Deus! Não consigo finalizar isso e até eu já tô com preguiçazZzZ desse textão!

Doar sangue, orar mais e agradecer sempre são os últimos itens. Tô tomando coragem pra enfiar aquela agulha enorme em mim. Orar nunca é demais. Agradecer sempre é a melhor recomendação que eu posso dar a vocês. Sério. Eu chego a ficar irritada quando pessoas muito negativas começam a me rodear e despejar sobre mim suas reclamações diárias. Sei que todo mundo tem problemas, eu também tenho os meus e sofro com eles, mas temos que ver sempre o lado bom das coisas. E sermos gratos por isso. (#momentoreflexão)

Acho que já deu por hoje, né? Se alguém chegou até aqui, muito obrigada! Sério. Que nosso 2016 seja maravilhoso e lotado de sonhos compartilhados! <3 Beijos!




Antes das séries entrarem na minha vida, o Carnaval era só mais uma época do ano em que eu fazia a lista de quantos nadas faria, mas as coisas mudaram e a vida nunca mais foi a mesma. Série nunca é demais e sempre tem uma que a nunca assistimos para começarmos e colocarmos em dia antes que seja tarde demais. Então, resolvi vir compartilhar com vocês 5 séries para maratonar nesse Carnaval. Algumas que eu já estou assistindo – e já indiquei no blog – e outras que pretendo começar a assistir.

 

mrrobot

Vencedor do Globo de Ouro como Melhor Série Dramática, Mr. Robot conta a história de Elliot, um programador que trabalha na área de segurança de uma empresa e também como hacker justiceiro. Porém, certo dia é recrutado para destruir a empresa que ele trabalha protegendo. Assisti alguns episódios, mas acabei parando, mas quero muito voltar a assisti-la e colocá-la em dia. O Elliot me irrita um pouco com o jeito super fechado dele e ao mesmo tempo é o que me agrada nele (como isso é possível?). Quando eu crescer, quero programar igual a ele!

 

supergirl

Supergirl é uma série sobre a Supergirl, hahaha. Eu nunca fui de ler quadrinhos, então não consigo basear minha crítica na história original. Muita gente reclamou e tudo, mas pra mim a série é ótima, fala muito de feminismo e tem romance. Como não amar? Resumindo bem a história, a Supergirl é prima do Superman e quando veio pra Terra foi criada por uma família que a ajudou a esconder seus poderes. Depois de adulta ela se vê obrigada a usar seu poder e desde então não consegue parar. (Alguém mais acha essa atriz a cara da Blake Lively, principalmente quando sorri? Eu acho…).

 

mam

Making a Murderer é uma série (documentário) da Netflix que conta a história real de um homem que foi acusado de um crime que não cometeu e, depois de anos preso, conseguiu provar sua inocência. Eu só consegui assistir ao primeiro episódio e nem cheguei ao fim, mas minha irmã zerou a série em um dia – o que geralmente ela não faz antes de mim. Talvez eu não tenha me animado com a série porque assisto com legenda em inglês, o que exige muito da minha atenção, hahaha, mas darei mais uma chance e, segundo a internet, vale muito a pena!

 

the100

A Luana indicou The 100 (The Hundred) no blog dela e agora eu me sinto na obrigação de assisti-la. Ela está na segunda temporada (com a 3ª já confirmada) e conta a história de 100 jovens que são enviados à Terra para descobrir se ela é habitável depois de uma guerra nuclear ter destruído toda civilização e o Planeta. Vocês podem ler mais sobre ela no blog da Luana. Eu gostei bastante da história e estou tentando sair um pouco das séries clichês, então, vamos ver se eu gosto, né?

 

himym

Dizem que How I Met Your Mother é quase uma versão de Friends mais recente e qualquer coisa que lembre Friends merece nossa atenção, huh? A história é sobre Ted e como ele se apaixonou. Eu já assisti uns dois episódios (nossa, quantos!) e é bem engraçada mesmo, mas toda série que já foi encerrada me dá uma preguiçaZzzZ. De qualquer forma, os episódios são só de 20 minutos, então acho que dá pra colocar em dia nesse feriado, né?

 

E que comece a maratona! Quais são os planos de vocês para o Carnaval? Têm alguma série para indicar? Deixem nos comentários! Espero que aproveitem muito o feriado e que venha a Páscoa pra mais maratona! Hahaha. Beijos!




30 de janeiro de 2016 | Filmes/Séries

01

Descobri recentemente que os filmes que mais me encantam são os que contam historias de amor de pessoas que perderam parte da memória. Já era pra eu saber disso, eu sei. Sempre fui apaixonada pelo filme Como Se Fosse a Primeira Vez e nem preciso lembrá-los de que meu filme favorito é The Vow, né?

Mas, então, meu computador pifou e eu precisei recorrer ao Netflix do celular. Deixei as séries de lado e arrisquei assistir a um filme que jurava ter lido em algum lugar que a pessoa amou: Remember Sunday.

A história é de um casal que se conhece em uma lanchonete. Ele, Gus, é um gênio (no sentido de muito inteligente mesmo!) que teve sua vida virada de cabeça para baixo depois de um acidente que o fez perder a memória; basicamente, ele só tem lembranças até o dia do acidente, depois disso, quando ele dorme, ao acordar todo o seu dia anterior é esquecido.

Ela, Molly, é uma estudante e garçonete que tem um sonho tão “pequeno” que faz as pessoas rirem. Menos o Gus, claro. Toda sofrida tendo que aguentar recusar as ligações do ex que ela não vê a hora de atender, ela acaba conhecendo o Gus na lanchonete em que trabalha.

O filme é todo românticozinho e me lembrou muito The Vow. Na verdade, me lembrou até demais. O final principalmente. Eu não tinha gostado do final desse, mas depois comparei com o final de The Vow e tudo fez sentido, aí me apaixonei ainda mais <3 (não que o final não seja bom, é que eu não gosto desse tipo de final em filmes, se assistirem irão entender… ou talvez não entendam, mas se eu explicar serei obrigada a dar spoiler e nós não queremos isso – mas vocês podem assistir e me falar nos comentários o que acharam do final e eu comento o que eu achei também!).

Vocês têm filmes pra me recomendar? Deixem nos comentários algumas recomendações, quanto mais água-com-açúcar, melhor! Hahaha, beijos! <3




Páginas12345... 69»